Estudante de Nutrição

MINHA HISTÓRA COM A NUTRIÇÃO

Você nutricionista tem saudades da sua época da faculdade? E você estudante? Não vê o momento de se formar? Eu sou estudante de nutrição e me encontro no dilema de estar ansiosa pra acabar, mas também querer que passe mais devagar por saber que vou sentir saudades. A época da graduação é sempre um misto de amor e ódio… amamos a profissão que escolhemos, mas odiamos o desespero todo fim de semestre (momento em que me encontro).

Como esse é o primeiro post que estou fazendo, acho legal contar um pouco da minha história com a nutrição. Pode ser? Eu sou a Daniela, tenho 22 anos e nutrição está sendo minha primeira graduação. Sou estudante no Centro Universitário São Camilo em São Paulo e estou indo para o meu último ano no próximo semestre.

Para começar essa história acho importante dizer que nutrição nunca foi minha primeira escolha. Na verdade, na época do ensino médio não sabia o que era ser um nutricionista e não conhecia ninguém que queria cursar nutrição. Eu nasci com o presente de gostar de muitos assuntos diferentes, mas naquela época via isso como indecisão. Me dizer que deveria decidir apenas uma área para o resto da vida era demais para mim.

Já quis fazer de direito a biologia com a maior empolgação. Já para os meus pais, medicina era a profissão dos sonhos. Acredito que talvez tenha sido por isso que comecei a me interessar pela área da saúde e no meu último ano do ensino médio estava decidida a fazer odontologia.

Várias coisas aconteceram, mas resumindo: não deu certo. Logo que me conclui o ensino médio tive a oportunidade de ficar um ano em intercâmbio, quando voltei para o Brasil a decisão era fazer algum curso na área de comunicação. Pensei em jornalismo. Amar escrever foi meu argumento (acredite se quiser). No dia de fazer a matrícula senti algo dizendo “que tal repensar isso aí?” e fui embora.

Um mês depois conheci uma nutricionista pela primeira vez. Perguntei como era a profissão, o que se aprendia na faculdade e contei um pouco sobre mim. O que ela disse foi: “pelo que vejo nutrição tem tudo a ver com você!” E foi assim que comecei a pesquisar e percebi que realmente era um curso que tinha tudo a ver comigo!

Quando criança os meus pais passaram por um processo de reeducação alimentar intenso e também decidiram se tornar vegetarianos. Cresci em um ambiente que valorizava a alimentação saudável e a importância da conexão entre corpo e mente. Hoje acredito que esse conceito ainda está muito presente em como vejo a nutrição – valorizar o ser humano como um ser completo e oferecer a possibilidade de manter corpo e mente saudáveis através da alimentação.

Por sempre gostar de várias áreas diferentes tenho que ser sincera em dizer que nesses três últimos anos já repensei a minha decisão em me tornar nutricionista. Mas diferentemente da época de ensino médio, não vejo isso como indecisão. Hoje acredito que podemos sim gostar de áreas diferentes e conciliá-las, ou talvez tê-las como hobby. Não é por estudar nutrição que deixei de escrever, gostar de fotografia e ler sobre filosofia.

Estando no fim da graduação e com melhor percepção de quantas oportunidades estão surgindo nessa área vejo a nutrição como um leque de opções. Isso me anima! Sei que posso tentar de tudo, gostar de tudo e ainda estar trabalhando com o que amo: nutrição! No próximo semestre vou começar os estágios obrigatórios, ficamos cerca de três meses atuando nas quatro principais áreas da nutrição e por enquanto posso dizer que: estou muito animada!

Até mais,
Daniela.

Um comentário em “MINHA HISTÓRA COM A NUTRIÇÃO”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s